Impactos Sociais

Publicado em 14 de outubro de 2010

Sacrificando direitos em nome do Progresso – Povos Indígenas ameaçados nas Américas – relatório Anistia Internacional, agosto 2011

Relatório da missão da comissão de DH do Senado à Altamira – 16 de abril de 2011

Carta ao governo – 08.02.2011

1. Resumo dos impactos sociais

2. Relatório da Plataforma DHESCA sobre violações dos direitos humanos do projeto Belo Monte
Data: abril 2010
Resumo: O presente relatório é o resultado da missão realizada pela Relatoria Nacional do Direito Humano ao Meio Ambiente visando investigar as denúncias de violações de direitos humanos verificadas durante o processo de licenciamento do AHE Belo Monte. A Missão Xingu – Violações de Direitos Humanos no Licenciamento da Usina Hidrelétrica de Belo Monte recebeu denúncias, coletou documentos, esteve presente nas audiências públicas de Belém e Altamira e realizou audiências públicas em duas localidades da Volta Grande do Xingu – Vila Ressaca e Terra Indígena Arara, no mês de novembro de 2009.

Comentários (8)

  • Jose Monteiro |

    14/04/2011

    É lógico que uma construção dessa invergadura os impactos sociais serão gigantescos.

    Responder
  • Maria lucia leal |

    18/10/2011

    Temos que lutar contra as mazelas do capitalismo que privilegia o mercado e arrebenta as realções humanas, sociais e ambientais. Onde o capitalaismo toca vira ouro, extrativismo, exploração e violência.

    Responder
  • KATIA |

    16/11/2011

    O POVO UNIDO JAMAIS SERÁ VENCIDO…… CASO SE ENTREGUE TOTALMENTE A ESSA CAUSA !

    Responder
  • luara |

    29/02/2012

    usina de belo monte não a construção estamos unidos nessa causa Xingu vivo para sempre..:)

    Responder
  • M.B. |

    03/10/2012

    obras deste porte, no Brasil são inadimisiveis pelo menos nos proximos 100000000000000000000000 de anos pois enquanto o governo “democratico” que temos não colocar o ser humano em primeiro lugar, nunca serão beneficas a população, estas obras imensas…desas quais e descontado tudo dos impostos, que aumenam a cada dia mais para custear essas obras de interesse capital e SEM NENHUM INTERESSE SOCIAL pois o problema não e a pouca energia para o povo mais sim o enriquecimento de alguns politicos e grandes empresas que querem fazer as obras, pessoas que nem se quer sabem que existimos….
    e vem as pessoas como numeros apenas como dados estatisticos, pessoas que vão perder suas casas, não so o material mas sua historia, sua identidade, seu antigo modo de vida, vão forçar as tradições milenares de povos que são os verdadeiros donos da terra os indios a serem esquecidas…UMA SITUAÇÃO LAMENTAVEL…..

    POIS VIVA A INTOLERANCIA E AO CAPITAL….

    AMIGOS E COMPANHEIROS E HORA DE LARGAR DE RECLAMAR SEM FAZER NADA E DE IR A LUTA !

    Responder
  • PALOMA ALMEIDA |

    04/11/2012

    POR QUE ELES NÃO PENSAM EM UMA FORMA DE DESENVOLVIMENTO BARATA E APTA AO BRASIL.? EM UMA FONTE ALTERNATIVA DE ENERGIA ? HÁ TANTAS FONTES DE ENERGIAS RENOVAVEIS.POR QUE UMA HIDRELETRICA? DEVE SER POR QUE ASSIM É MAS FACIL EXPLORAR O POVO!!! ELES NÃO PENSAM NAS POPULAÇÕES INDIGENAS E RIBEIRINHAS.
    .

    Responder
  • Bruna Nascimento |

    04/07/2014

    Que país é esse! Que democracia é essa? que não nos representa.
    Nossa cidadania começa e termina na hora do voto, não decidimos sobre questões que afetam diretamente nossas vidas, não somos consultados, o governo não nos representa e nunca representou.

    Responder
  • wemerson shimon |

    09/06/2015

    tudo isso faz parte da campanha da Dilma, ela quer mostrar que o mandato dela esta gerando emprego e ''desenvolvimento'' para a região amazônica.
    Essa hidroelétrica é desnecessária, seria muito mais viável investir esse dinheiro na renovação das redes de energia, pois sabemos que só no Pará é perdido cerca de 50% dos mega watts gerados, por falta de manutenção das redes.
    Porém não estamos falando de sustentabilidade, nós estamos falando em quanto dinheiro vai para o bolso das pessoas que estão envolvidas, e para eles não importa quem vai se ferrar ou não, e eles deixam isso bem explicito, pois é só olhar pra Altamira e ver o caos que Belo Monte trouxe.

    Responder

Faça seu comentário

Nome
*obrigatório
E-mail
*obrigatório
Website

Divulgue!