VÍDEOS: Chefe Raoni e Antonia Melo defendem o Xingu

Assista a depoimentos do Grande Cacique Raoni, líder da tribo dos Kayapó, e de Antonia Melo, líder do Movimento Xingu Vivo para Sempre
Publicado em 12 de janeiro de 2011

Veja abaixo mais depoimentos de gente que vive desde gerações passadas na Volta Grande do Xingu e alertam a população brasileira sobre os graves riscos que a Amazônia corre caso o projeto Belo Monte saia do papel:

Grande Cacique Raoni, líder da tribo dos Kayapó

Antonia Melo (líder do Movimento Xingu Vivo para Sempre)

Comentários (6)

  • Jô Freitas |

    10/02/2011

    Belo Monte!!!…. E depois o que virá???…

    Responder
  • Ruy |

    29/06/2011

    rsrsrs essa é boa, não aredito nessa legenda, é simples, quando alguem te envia uma carta mesmo que não se identifique é fácil saber quem a enviou pois geralmente conhecemos bem as palavras e frases tipicas de uma pessoa ou localidade onde ele habita, e as palavras e frazes desse camarada ai não condizem em nada com o dialeto que eles falam, sou Altamirense convivo com muitos índios amigos meus, moradores de altamira. e afirmo esta legenda esta alterada, outro detalhe é que na verdade grande parte da população principalmente a que tem que trabalhar para honrar com o sustento da suas familias querem sim a obra os que não querem são os desinformados e piolhos… Ruy Barbosa Borges França.

    Responder
  • andre costa |

    17/09/2011

    como posso contactar Raoni ou Antonia melo.?????

    Responder
  • halan |

    24/11/2011

    boa pergunta. Tambem queria saber

    Responder
  • Cássia Regina |

    31/05/2012

    Bom dia !
    Estou em busca de quem possa colaborar com a informação sobre o nome do Assentamento, ou do lugar, de onde foi expulsa a família do Sr. Sebastião Pereira e D. Maria das Graças, em 6/09/2011. Tiveram sua casa derrubada. Somos do Setor de documentação da CPT e só agora tivemos conhecimento desse fato, ouvimos a fala do Sr. Sebastião no youtube é triste e emocionante. Se for possível, ajudarem não só com o nome do lugar de onde foram expulsos, mas se tem outras famílias no mesmo lugar, na mesma condição e quantas são.
    Aliás estamos com extrema dificuldade em saber esse nível de detalhamento para fazer as denúncias, porque precisamos do nome de cada lugar, comunidade, aldeia, nº de famílias, município. a idéia é denunciar a quantidade de conflitos gerados pela construção da Belo Monte e quantas pessoas estão sendo atingidas.
    Cássia Regina

    Responder

Faça seu comentário

Nome
*obrigatório
E-mail
*obrigatório
Website

Divulgue!