Protestos contra Belo Monte continuam com tuitaço

Publicado em 25 de agosto de 2011

Organizações e ativistas sociais agendaram para o dia 25 um “ato mundial em 140 caracteres” contra a usina hidrelétrica de Belo Monte (PA).  No decorrer do dia, os usuários do twitter poderão utilizar as hashtags #BeloMonteNao e #PareBeloMonte para divulgar os impactos ambientais e sociais da obra e pedir a paralisação do megaempreendimento.

Um dos alvos dos protestos deverá ser o sistema bancário. Apontado como o maior financiador de Belo Monte, com previsão de repasse de 80% dos cerca de R$ 30 bilhões da obra, o BNDES tem sido cobrado a aplicar seus próprios critérios sociais, ambientais e jurídicos na análise de pedido de financiamento de Belo Monte. Se aplicados, os problemas jurídicos, ambientais e sociais da usina a tornam virtualmente inelegível para recebimento de recursos do banco. Assim, o BNDES será alvo dos protestos “Belo Monte: com meu dinheiro não!”

Outros bancos, privados e públicos, também deverão ser alvos de seus correntistas com o mesmo mote “Belo Monte: com meu dinheiro não!”,  assim como empreiteiras, empresas e órgãos do governo envolvidos com a hidrelétrica. A sugestão é que os tweets sejam endereçados, entre outros, para  @BNDES, @bndes_imprensa, @Eletrobras, @dilmabr, @BeloMonte, @uhebelomonte, @EPE_Brasil, @brasil_IBAMA, @VALE_Carreiras, @CamargoCorrea, @itau, @itauunibanco_ri, @BancodoBrasil, @Bradesco, @bradesco_ri, @santander_br, @blogplanalto

Comentários (5)

  • Walter Gandarella |

    25/08/2011

    Estou muito feliz com a proporção que esta ação ganhou. Espero que cada vez mais consigamos conscientizar mais e mais pessoas!

    Responder
  • DSF |

    25/08/2011

    isso é uma palhaçada. Precisamos de progresso.

    Responder
    • Ricardo |

      12/12/2011

      progresso?
      De que tipo de progresso você está falando?
      Um progresso sem escrúpulos, que atenda aos interesses de mega empresários?
      Um progresso que visa a depredação do nosso patrîmônio ambiental e cultural ?
      Um progresso que vai contra o direitos fundamentais de uma população nativa que já sofreram vária humilhações? Meu amigo, gostaria de saber qual seria a sua reação se expulsassem você e sua família inteira de casa em nome do progresso. fa´cil falr não acha?

      Responder
  • Walquiria |

    30/08/2011

    É muito triste ver que parcela da população, por ignorância ou egoísmo, com base em um discurso "desenvolvimentista", aprova o desastre ambiental e o desprezo étnico, evidenciados com a aprovação de Belo Monte.

    Responder
  • StyloAlfa |

    27/06/2012

    O homem destrói a natureza em nome do progresso, mas a pergunta que fica é, que progresso é esse?

    Responder

Faça seu comentário

Nome
*obrigatório
E-mail
*obrigatório
Website

Divulgue!