Itaú BBA reduz recomendação da Light por causa de Belo Monte

Publicado em 31 de outubro de 2011
O Itaú BBA rebaixou nesta quarta-feira a sua recomendação para as ações da Light para “market-perform” (quando espera-se um desempenho em linha com a média do mercado), após a compra de uma participação em Belo Monte (Portal Terra, 26.10.2011) .
“Nós temos sido fortes defensores dos investimentos da Light desde novembro de 2010, com uma visão otimista sobre o plano da empresa de redução de perda de energia, o programa de pacificação das favelas no Rio de Janeiro e, mais recentemente, a decisão da empresa de adquirir uma participação de 26% na Renova Energia”, afirmaram os analistas Marcos Severine, Mariana Coelho e André Rezende, em relatório.”No entanto, acreditamos que o investimento em Belo Monte irá mudar drasticamente a percepção de risco do mercado para a ação, levando a um novo rating para incorporar o risco político em uma ação que, até este ponto, foi negociado como uma empresa privada”, completaram.
Cemig e Light anunciaram na noite de terça-feira que fecharam a compra de uma participação de 9,77% na Norte Energia, responsável pela usina hidrelétrica de Belo Monte (PA), por R$ 118,7 milhões.
Para a Cemig, a instituição manteve a recomendação de “outperform” (quando espera-se desempenho acima da média do mercado).”A Cemig é uma empresa estatal e o risco político sempre esteve precificado”, lembraram os analistas.

Faça seu comentário

Nome
*obrigatório
E-mail
*obrigatório
Website

Divulgue!