Tropa de Choque tenta obrigar operários a voltar ao trabalho

Os trabalhadores de Belo Monte, há sete dias em greve por melhores condições de trabalho, ainda não obtiveram nenhuma resposta da empresa. Na manhã de hoje realizaram mais um bloqueio na rodovia Transamazônica
Publicado em 04 de abril de 2012

Os trabalhadores de Belo Monte, há sete dias em greve por melhores condições de trabalho, ainda não obtiveram nenhuma resposta da empresa. Na manhã desta quarta, 4, realizaram mais um bloqueio na rodovia Transamazônica. A Tropa de Choque da Polícia Militar, Polícia Civil e Força Nacional retirou um ônibus da pista e tentou colocar os trabalhadores nos veículos da empresa para que voltassem ao trabalho, o que acabou não ocorrendo em função da resistencia dos operários.

Trabalhadores de Belo Monte em greve há sete dias (foto: Ruy Sposati)

O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada do Pará (Sintrapav) e da Federação Nacional dos Trabalhadores da Construção Pesada (FENATRACOP), que têm dito à imprensa que a greve já terminou e que estão em negociação com a empresa, não compareceram ao local.

Ao menos dois trabalhadores já foram demitidos por conta das paralisações, e outras dois teriam sido demitidas por justa causa. Ainda não há confirmação se há relação com a greve. Outros dois operários souberam por terceiros que foram demitidos, mas ainda não foram convocados pelo RH para assinar a rescisão.

“A greve está maior do que nunca”, afirma Moisés Ferreira Silva, uma das lideranças da paralisação. Para ele, o sétimo dia de greve teve uma pequena vitória. “Finalmente, alguns diretores do consórcio apareceram para nos ouvir”. Contudo, segundo Moisés, a mediação teria sido feita, principalmente, pela polícia militar. “Parece que ela trabalha pro consórcio. Tá errado o que a polícia tá fazendo. Ela não existe pra fazer segurança privada. Não tem que fazer escolta pro consórcio, e nem fazer o papel de mediadora das negociações, como fez hoje, na prática”, afirma.

Tropa de Choque retira ônibus que fazia bloqueio da rodovia (foto: Ruy Sposati)

Num impasse, um diretor do consórcio, que tentou tirar a câmera da reportagem do Xingu Vivo, propôs aos trabalhadores que voltassem então para suas casas, e que acontecesse uma reunião à tarde entre consórcio, Sintrapav e comissão de greve. Os trabalhadores redigiram a pauta para entregar à empresa, mas o consórcio não compareceu à reunião.

Embora o sindicato que representa a categoria tenha dito à imprensa, há pelo menos 5 dias, que a greve já terminou, em realidade seus diretores estão tentando convencer os grevistas a instruirem os operários a “negociar trabalhando”, afirmou uma das lideranças da comissão de paralisação. Ou seja: voltam ao trabalho e aceitam o prazo da empresa, que estipulou o próximo dia 10 para o início das negociações, com limite de resposta para o dia 16, explicou, avaliando que os rumos da greve deverão ser decididos amanhã pela manhã.

Diretor do consórcio tenta impedir registro fotográfico (foto: Ruy Sposati)

Comentários (7)

  • Erwin |

    05/04/2012

    ESTE É O PAÍS QUE O GORVENO CHAMA DE DEMOCRÁTICO? ONDE SEU PRINCIPAL SUSTENTADOR SOMOS NÓS, QUE PAGAMOS TANTOS IMPOSTOS E NÃO PODEMOS REINVIDICAR O QUE É DE DIREITO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    TENHO VERGONHA DE SER BRASILEIRO!!!!!!!!
    XINGU VIVO PARA SEMPRE!!!!!!!!! PARABÉNS

    Responder
  • CIDADÃO PENSANDO |

    05/04/2012

    A água irá se tornar um recurso escasso para as futuras gerações, é preciso conservá-la. Será que precisamos tanto de energia nos patamares estabelecidos, ou precisamos mais de água e desenvolvimento sustentável? será que não copiamos o modelo "desenvolvimentista", em detrimento do sustentável? será que estamos perdendo a oportunidade de conferir uma identidade nacional aos interesses de nosso País? será que notas técnicas ambientais (de profissionais respeitados no setor) estão tão erradas? será não poderíamos criar/ou construir outras formas de energia sustentável? será que não poderíamos discutir melhor a possbilidade de gerar outras formas de riquiza e distribuir a renda de forma mais sustentável? será que não poderíamos evitar a miséria? será que a hidrelétrica é, realmente, a forma mais adequada de conseguirmos energia? será que se trata de energia limpa? ou, será que devíamos pensar um pouco mais nas questões envolvendo a sociedade. A sociedade foi consultada ????????

    Responder
  • Principexingu |

    05/04/2012

    ESTE É O PAÍS QUE O GOVERNO CHAMA DE DEMOCRÁTICO? ONDE SEU PRINCIPAL SUSTENTADOR SOMOS NÓS, QUE PAGAMOS TANTOS IMPOSTOS E NÃO PODEMOS REINVIDICAR O QUE É DE DIREITO!
    TENHO VERGONHA DE SER DESTE PAÍS CHAMADO BRASIL, ONDE O QUE PREVALESCE É O CAPITALISMO.

    O Analfabeto Político
    O pior analfabeto é o analfabeto político. Ele não ouve, não fala, nem participa dos acontecimentos políticos. Ele não sabe o custo de vida, o preço do feijão, do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do remédio dependem das decisões políticas.
    O analfabeto político é tão burro que se orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a política. Não sabe o imbecil que, da sua ignorância política, nasce a prostituta, o menor abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é o político vigarista, pilantra, corrupto e lacaio das empresas nacionais e multinacionais.
    Bertolt Brecht

    Responder
  • Principexingu |

    05/04/2012

    Quando um político faz alguma coisa contra o povo, chama isso de democracia.

    Responder
  • Pedro Fontes |

    06/04/2012

    Só não entendo uma coisa, que pode ser explicada pelo Xingu Vivo e por aqueles que estavam a favor da grave: se o movimento conta mesmo com a adesão da grande parte dos trabalhadores, como divulga o Xingu Vivo, pq é preciso fazer bloqueios, impedindo que aqueles que querem trabalhar cheguem ao trabalho? Sei não, mas acho que liderança de greve que faz barricada é aquela que sabe que a adesão dos trabalhadores é muito pequena e só será conseguida à força. Explica isso, Xingu Vivo?

    Responder
  • Principexingu |

    07/04/2012

    A NOSSA PROTEÇÃO SERVINDO AO CAPITALISMO, ATÉ QUANDO?

    Responder
  • marcia |

    07/04/2012

    TInha que ser o Xingu vivo. não sabe nem distinguir quem é quem. na ultima foto diz "diretor do consorcio…" trabalho no Adma e não sabia disso"""

    Responder

Faça seu comentário

Nome
*obrigatório
E-mail
*obrigatório
Website

Divulgue!