Crime Vale/Samarco: o terror que deve ser punido e impedido

Publicado em 10 de novembro de 2015
BM Mariana

À esquerda, destruição causada por Belo Monte. À direita, pela Vale/Samarco (Fotos: Greenpeace e Estado de Minas)

Des das terras arrasadas por Belo Monte, aqui no Pará, nós do Movimento Xingu Vivo para Sempre queremos dizer aos que tiveram suas vidas destroçadas pelo recente crime da mineradora Vale/Samarco, que entendemos e compartilhamos cada minuto de desespero e indignação que estão vivendo desde o rompimento das barragens de lama de Fundão e Santarém. Ao longo dos últimos anos, nós também perdemos casas, roças, animais, matas, rios e igarapés, e sabemos melhor do que ninguém o quanto dói e revolta ser vítima de um grande projeto de “desenvolvimento” que atropela tudo e todos, se esparramando sobre nós e nos sufocando até perdermos a capacidade de respirar e gritar.

Assim como as vítimas do Crime Vale/Samarco, nós também sofremos toda classe de descumprimentos da legislação ambiental e de proteção dos nossos direitos humanos, e, a partir do que vivemos em nosso território, nos sentimos plenamente legitimados ao acusarmos as empresas e o poder público de serem incondicionalmente responsáveis pelo que aconteceu em Mariana. A grotesca reação do governo federal que, ao invés de exigir das empresas que assumam de imediato o ressarcimento das vítimas, sugere que elas minimizem as perdas com recursos de seus FGTSs, não nos surpreende por refletir um modus operandi que conhecemos, mas aprofunda nossa revolta com a covardia que expressa.

Nós, que além de termos tido socada goela abaixo a hidrelétrica de Belo Monte, estamos sendo ameaçados pela construção da maior mina de ouro do país, chamada Belo Sun e projetada para ocupar o que sobrou da nossa Volta Grande do Xingu, nos sentimos ainda mais próximos das vítimas do Crime Vale/Samarco. O terror que ele causou ao país nos apavora em dobro, visto que as imagens da mais total e completa desolação que nos chegam de Mariana são um prenúncio do que pode acontecer também conosco.

Além de convocarmos à exigência de que o Crime Vale/Samarco e seus responsáveis sejam exemplarmente punidos e todos os afetados devidamente compensados, conclamamos o país a que não permita que se concretize a fragilização do licenciamento ambiental, proposta pelo governo; que não tolere a violação e/ou mutilação das leis ambientais e dos direitos humanos pelos projetos desenvolvimentistas, como o novo Codigo de Mineração; e que exija a paralisação do saque irracional dos bens naturais que pertencem e perfazem nossos territórios.

Chamamos o país a solidarizar-se de todas as formas que estão ao nosso alcance com as vítimas do Crime Vale/Samarco; mas alertamos também que a mais preciosa e efetiva solidariedade é a que protege e previne.

Altamira, 9 de novembro de 2015

Movimento Xingu Vivo para Sempre

 

Comentários (3)

  • mazinho |

    11/11/2015

    esse crime teve uma origem……..CORRUPÇÃO sempre ela.
    Tudo tem um limite, quando o limite chega tem que produzir um pouco mais para alcançar a meta.
    Aí entra a corrupção, mais volume, mais dinheiro que compra espaço e tempo.
    O Governo, mais sujo que pau de galinheiro, nada faz, vem com a comédia do FGTS que não é dele é do cidadão. Besta é o cidadão de deixa seu dinheiro na mão do ladrão.
    A bancada ruralista exploradora e destruidora continua com o teatro da palhaçada PEC 215.
    Eles são donos de boa parte do Brasil mas não estão satisfeitos, querem mais.
    Com seus laranjas fazendeiros invadem terras do estado, reservas, indígenas, quilombolas, ribeirinhos, e deram garantias que seriam ressarcidos, e todos estão vendo oque está acontecendo.
    Nos últimos 20 anos vi a degradação correr solta, destruição, assassinatos dos humildes das florestas.
    O Agronegócio com tentáculos de polvo corroendo a Nação elevando a Exportação em nome de um suposto DESENVOLVIMENTO, mas o engraçado que o produto é nosso mas quem dá o preço são eles. Uns poucos enricando e a Nação esfarelando, sem valor.
    Esse quarteto fantástico que está no PODER, ta mais perdido que cego em tiroteio.
    Brasilia parece formigueiro , muitos ministérios, departamentos, funcionários, deputados, senadores, uma maquina administrativa sugadora , inoperante, obsoleta, inútil, porque tem tanta gente e o pais não anda, nada se resolve, querem mais dinheiro CPMF, vamos cobrir o roubo dos amiguinhos do congresso, o clube do Lulinha.
    Sou das antigas, vi governantes fazerem muita coisa errada, mas esse governo bateu todos os recordes.

    Responder
  • SUPER LOTO |

    13/12/2015

    o xingu tem que ficar vivo para sempre! faz parte da nossa história, é nosso dever defendermos!

    Responder
  • Ednalva Sampaio |

    19/06/2016

    Quando vamos tratar com a devida responsabilidade e seriedade os verdadeiros interesses do Brasil? NÃO a esse empreendimento exclusivamente extrativista e destruidor. Acorda minha, gente! Nunca vamos deixar de ser colônia?

    Responder

Faça seu comentário

Nome
*obrigatório
E-mail
*obrigatório
Website

Divulgue!