2008

Posted by
|

Em 2008, um novo encontro contra Belo Monte reúne centenas de indígenas e ribeirinhos em Altamira. Até aquele momento, as comunidades potencialmente atingidas pela usina não haviam sido contatadas pelo governo e pela Eletronorte para esclarecimentos sobre o projeto, o que acumulou enormes incertezas e descontentamentos. A presença de um engenheiro da Eletronorte no encontro foi considerada pelos participantes uma oportunidade para questionamentos diretos ao empreendedor do projeto, mas sua atitude arrogante suscitou revolta entre os indígenas, e o engenheiro acabou ferido. Como resultado desse encontro, acabou se constituindo o Movimento Xingu Vivo para Sempre, hoje a principal força de oposição à Belo Monte.

Continue a ler…

Sobre o encontro

Às portas da Rio +20 – e vinte e três anos depois da primeira vitória dos povos contra o projeto de barramento do rio em 1989, o histórico 1º Encontro dos Povos Indígenas do Xingu -, acontecerá um encontro decisivo: o Xingu +23. Pescadores, ribeirinhos, pequenos agricultores, indígenas, movimentos sociais, acadêmicos, ativistas e defensores do Xingu estarão juntos em Altamira, a partir do dia 13 de junho, para decidir os próximos passos na luta contra a hidrelétrica mais polêmica do planeta. Pariticipe!

Como ajudar?

Você pode ajudar participando do encontro, procurando os comitês de mobilização, divulgando nas redes sociais e locais de vivência, e também contribuindo financeiramente para que o Xingu +23 aconteça
Siga o XIngu +23: Twitter | Facebook
Salutation - A Premium BuddyPress ThemeCopyright © 2011 Parallelus. All rights reserved.