#Xingu23

Posted by
|

Manual de instruções para doadores do #Xingu23 (sim, é com você aí)

“Eu podia estar matando, eu podia estar plantando soja, mas estou aqui pedindo a sua contribuição para o Xingu 23” – O.C.

Tudo no mundo começou com um sim. Um de seus neurônios disse sim a outro neurônio seu – e daí nasceu a ideia de que, sim, pode ser que você faça uma doação ao Xingu +23. E então você parou para ler este manual. E aqui estamos, eu e você.

Apesar dos apoios das figuras com certa capilaridade social e midiática, não existe milagre: nosso encontro é financiado também – e especialmente – por você. Sem delírios conspiracionistas.

Doa, então, os teus cinco, dez, vinte reais. Aqueles que não te fariam falta quando você fosse comprar aqueles 4 DVDs piratas por 10 reais. Aquele esmalte vermelho-deixa-beijar garimpado na resignação da fila do boticário. Aquela camiseta turista-arrivista do Pelourinho. Aquele cigarro. Ou aqueles 50, 100 reais que vão te fazer falta. Daquele pendrive. Daquele DVD original. Daquela promoção do Submarino que você vai perder, porque você é torcedor fiel do sonho de que o rio Xingu será salvo. E porque você não é mão-de-vaca.

O PÃO-DURO
Não é pão-duro aquele que, por motivo de fome, doença, falecimento ou pagamento de conta, não ajuda. O pão-duro é aquele que atravessa o rio Xingu a nado, de ponta a outra com um Sonrisal na mão (fechada) e chega do outro lado com a pastilha seca. Esse não é você. Esse é o sovina.

Segundo Dante, os sovinas são todos mandados para o quarto círculo do inferno – curiosamente, junto dos perdulários.

Contudo, deixando de lado os motivos, atenhamo-nos à maneira correta de doar.

JEITO UM
Você pode entrar no site da vaquinha virtual. Há um guia aqui, mas, avisamos: são cerca de dez passos até que a doação tenha sido realmente feita. É preciso ter paciência, boa conexão de internet e realmente obededer a todas as regras: inscrever-se no site da vaquinha, depois no do pagamento digital. Chegando até lá, você pode escolher entre usar o seu cartão de crédito, o que tem se mostrado relativamente seguro nos últimos tempos; realizar uma transferência online a partir da sua conta bancária; ou gerar um boleto e fazer o deposito pessoalmente.

Doar na vaquinha, em tese, é fácil. Se você tentou e não conseguiu, siga os passos abaixo e tente novamente. Se tentou e retentou e nada, pule direto para o JEITO DOIS de doar.

  1. Clique aqui para entrar no site da vaquinha
  2. Clique em Contribua já
  3. Preencha o formulário com seu nome, email, telefone e um recadinho para a gente. Caso seja usuário de Facebook, leia o guia abaixo
  4. Clique em Aceito os termos, continuar. Você será redirecionado para o site Pagamento Digital, onde a doação será realizada.
  5. Caso já tenha cadastro no site, faça seu login. Se não, crie sua conta instantaneamente, colocando seu email e clicando em Criar uma conta.
  6. Aguente firme que você já está quase lá. Preencha o formulário o site, inclusive endereço de entrega. Escolha a forma de pagamento: cartão de crédito, transferência bancária ou boleto bancário.
  7. Finalize a doação e, pronto! Os povos do Xingu agradecem.

Usuários de Facebook

  1. Entre no site da vaquinha
  2. Clique em Contribua já
  3. Clique no botão Entrar (logotipo do Facebook). Fique atento: uma janela pop-up irá abrir
  4. Faça login no Facebook e autorize o aplicativo da vaquinha
  5. Siga os passos do guia acima, a partir do ponto 3

Se a doação for efetuada com sucesso, você receberá no email cadastrado uma confirmação do site Pagamento Digital. Caso não receba, realize a contribuição pelo JEITO DOIS.

JEITO DOIS
Como recebemos diversos emails reclamando da interface do site Vakinha (problemas nos cadastros, no uso do cartão, geração do boleto etc), você pode depositar o dinheiro diretamente na conta da seguinte entidade parceira do movimento:

ENTIDADE: MUTIRÃO PELA CIDADANIA
CNPJ 1993646/0001-80
BANCO: Caixa Econômica Federal
AGÊNCIA: 0551
CONTA CORRENTE: op003-1532-7
Código Swift: CEFXBRSP
ENDEREÇO: Rua 7 Setembro, 2626 | Altamira / PA
CEP: 68.372-000

Neste caso, pedimos gentilmente que, caso seja feito depósito bancário, você, doador, nos envie um email em x23@xinguvivo.org.br informando o dia, o valor e a modalidade do depósito (transferência online, depósito na boca do caixa, envelope com cheque, caixa eletrônico, DOC etc). Não se envergonhe pelo valor do depósito – todo dinheiro será útil. Não esqueça de colocar o título

*

Como você vai pelo certo, pelo justo e pelo fofo – vide as vaquinhas que você adorou, escolheu a preferida e soltou no Twitter -, você vai doar. Quanto quiser; aqui o coração é quem manda. E o nosso, aqui, pra bater, precisa do teu – e isto é sério como alguém que aguarda, renitente, numa fila de doadores de órgãos.

Sobre o encontro

Às portas da Rio +20 – e vinte e três anos depois da primeira vitória dos povos contra o projeto de barramento do rio em 1989, o histórico 1º Encontro dos Povos Indígenas do Xingu -, acontecerá um encontro decisivo: o Xingu +23. Pescadores, ribeirinhos, pequenos agricultores, indígenas, movimentos sociais, acadêmicos, ativistas e defensores do Xingu estarão juntos em Altamira, a partir do dia 13 de junho, para decidir os próximos passos na luta contra a hidrelétrica mais polêmica do planeta. Pariticipe!

Como ajudar?

Você pode ajudar participando do encontro, procurando os comitês de mobilização, divulgando nas redes sociais e locais de vivência, e também contribuindo financeiramente para que o Xingu +23 aconteça
Siga o XIngu +23: Twitter | Facebook
Salutation - A Premium BuddyPress ThemeCopyright © 2011 Parallelus. All rights reserved.